domingo, 16 de julho de 2017

Jujuba

                       Ziziphus zizyphus

Jujuba (Ziziphus jujubas ou Ziziphus zizyphus) é uma planta da família das Ramnáceas. Originária da Ásia, está presente no Brasil da Bahia a São Paulo. É uma pequena árvore, originária das regiões quentes, também conhecida pelas designações vulgares de açofeifeira , jujubeira, açofeifa, açofaifa e açofaita.

Tem cerca de 6 a 12 m de altura; o seu tronco é tortuoso, possui ramos pendentes e providos de espinhos erectos, que se desenvolvem em grupos de dois; as folhas são oblongas, lustrosas, alternas e têm cerca de 3 cm de comprimento; e as suas flores são pequenas e apresentam uma coloração amarela. Os seus frutos, designados vulgarmente por açofeifa ou jujuba, são constituídos por drupas de cor vermelha por fora e amarela por dentro quando maduras, são doces e comestíveis. Cultiva-se no Algarve, Portugal, para o aproveitamento dos seus frutos, que podem ser consumidos quer em fresco quer em passa.

Da família botânica Rhamnaceae ou Espinheiro, eles são cultivados na China há mais de 4.000 anos.

Há pelo menos 400 variedades jujuba, desenvolvidos com sucesso pelas suas características distintivas, principalmente variedades melhores para comer frescas e outros para secagem para atingir uma consistência como a borracha.

Enquanto que as árvores jujuba são extremamente resistentes e podem prosperar mesmo em temperaturas extremas, com menos de oito centímetros de chuva por ano, eles preferem um ambiente ensolarado em áreas sombreadas.

As árvores Jujuba têm com folhas brilhantes verdes, flores de aparência modesta, e tamanho entre a uva e o morango que contêm uma única semente grande no centro. Isso os torna drupas (fruto carnoso de uma única semente).

A fruta Jujuba é vermelha por dentro e por fora, com uma textura crocante, a pele comestível, e um sabor doce-azedo, quase que um sabor a maçã. Quando maduro, elas podem ser armazenadas à temperatura ambiente durante cerca de uma semana.

Quando introduzida nos Estados Unidos no final dos anos 1800, propagou-se uma variedade significativa indicada para a secagem. Só na década de 1990 apareceu a primeira variedade de jujuba verdadeiramente saborosa para comer fresca  e foi esta importada para os EUA por um particular, e depois mais duas novas variedades em 2007.

As melhores variedades de jujuba frescas que pode procurar incluem a Sugar Cane, Li, Sherwood, Chico, and Honey Jar (este último teria o menor e mais suculento). As melhores variedades de secagem são Lang e Li Shanxi.

Variedades jujuba secas podem ser utilizadas para substituir maçãs em receitas. Apenas se deve descascar a fruta e retirar a única semente que existe dentro. A Jujuba também pode ser usada inteira em conserva ou usada para fazer chá.

Jujuba
Benefícios: 
A Jujuba contem uma grande variedade de nutrientes diferentes, incluindo magnésio, potássio, cobre, niacina, cálcio, manganês, fósforo e ferro. Contêm 20 vezes mais vitamina C do que qualquer outra fruta cítrica, fortalecendo o sistema imunológico no combate às infecções, e pode ser por isso que elas são utilizadas medicinalmente há milénios, em muitas culturas, como num chá para dor de garganta, por exemplo.

Estudos médicos descobriram que a fruta jujuba e os seus extractos têm a capacidade de ajudar a baixar a pressão sanguínea, inverter a doença hepática, ajudam no tratamento da anemia, e inibem o crescimento de células tumorais que podem levar à leucemia. Extractos de jujuba também são usados em produtos de cuidados da pele usados para diminuir as rugas, aliviar a pele seca, e tratar a dor queimaduras solares.

Como uma pequena fruta pode ter todos esses benefícios tem a ver não apenas com a combinação, mas também a complexidade de seus fito nutrientes. Os cientistas identificaram oito flavonóides na fruta da jujuba, incluindo spinosin e swertish, que têm propriedades sedativas – sem dúvida, pois as sementes da jujuba são usadas para tratar ansiedade e insónia na medicina tradicional chinesa.

O radical-fenol limpeza puerarin livre em jujubas ajuda a manter os níveis de colesterol na faixa normal e diminuir o risco de doença cardiovascular. A apigenina flavonóide (também encontrada em camomila, tomilho, e vinho tinto) contém antioxidantes, bem como propriedades anti-inflamatória e anti-tumorais, ajudando a reduzir o risco de cancro e de impacto positivo sobre o fígado, a digestão, e alergias.

Jujuba

Princípios Ativos

Ácido betulínico, betulina, ebelinlactona, flavonóides, jujubogenina, jujubosídeo, saponinas, vitaminas C, P.
Frutas: glúcidos, vitamina C, mucilagens;
Casca: taninos;
Folhas: glúcidos, taninos, ácido zizífico.

Propriedades medicinais

Analgésica, antialérgica, antioxidante, aperiente, calmante, demulcente, emoliente, sedativa.
Casca: adstringente, antidiarréico;
Folhas: adstringente, hipoglicémica;
Frutas: antidiarréico, tónico, demulcente, expectorante, laxante leve, depurativo, emoliente, aperiente, vitamínico.

Indicações

Falta de apetite, distúrbios do fígado, alergia de pele, dores gerais, hidratar a pele, prevenir envelhecimento precoce, suavizar linhas de expressão e rugas.

Frutas: taquicardia, insónia, transpirações nocturnas, ansiedade, ataques de histeria, constipação, convalescença, inapetência;
Casca: diarreias, ferimentos, eczema, faringite, estomatite, vulvovaginite, escoriações;
Folhas: diarréia, diabete, ferimentos, eczema, faringite, estomatite, vulvovaginite, escoriações.

Parte utilizada: Folhas, frutos.

Jujuba

Clima e solo: A jujuba chinesa é subtropical, adapta-se a regiões mais frias quando no estado dormente, tolerando até -50ºC. A indiana é subtropical.

Utilização: Deve ser consumida quando ainda firme, aparentemente verde. A utilização do fruto, além de ao natural, pode ser processado, em suco ou na forma de doce.

Modo de usar

Cremes hidratantes e máscaras: prevenir envelhecimento precoce da pele, suavizar linhas de expressão e rugas.

Uso interno: decocção de uma colher de sobremesa de folhas e casca para cada xícara de água. Ferver 5 minutos. Tomar quatro a seis xícaras um dia.
Uso externo: um colher de sopa de casca e/ou folhas em uma xícara de água, ferver 10 minutos e aplicar em forma de compressas, lavagem de roupas, colutórios, gargarejos ou irrigações vaginais, ferimentos, eczema, faringite, estomatite, parodontopatias, vulvovaginite, escoriações.

Jujuba

Valor nutricional da Jujuba

100 gramas (um pouco menos de ½ xícara) de jujuba fresco:
Calorias: 79 Kcal
Os hidratos de carbono: 20 g
Proteína: 1 g

100 gramas de frutas secas jujuba:
Calorias: 287 Kcal
Os hidratos de carbono: 74 g
Proteína: 4 g

Jujuba

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...