domingo, 26 de junho de 2016

Flores comestíveis na horta


                                         Resultado de imagem para flores comestíveis receitas



Quando as flores também são para comer



O brócolo, a couve-flor e a alcachofra são flores que nos habituámos a considerar comestíveis, ao invés de ornamentais. Mas agora a conversa é outra: depois da visão, do olfacto e até do tacto, é a vez do paladar usufruir das propriedades do gerânio, da violeta ou da capuchinha, entre outras flores.



UTILIZAÇÕES CULINÁRIAS:



Amor-perfeito: Pode ser usado tanto nas saladas como para decorar as sobremesas.



Borragem: As flores, quando frescas, têm um tom azul e, quando mais velhas, passam para rosadas. São usadas em saladas.



Calêndula: As pétalas podem ser misturadas com ao arroz, ao peixe, à sopa, e aos queijos, iogurtes e omeletas, dando uma coloração como a do açafrão. É, ainda, utilizada como corante de manteiga e queijo.

Camomila: Usada para decorar saladas e pratos, assim como para fazer chás.
Capuchinho: Flores, folhas e semente têm um gosto apimentado.
Cebolinha: Usada em saladas.

Cravina: As flores podem incorporar saladas, torta de frutas, sanduíches, e ainda para aromatizar vinagres, açúcar e vinho. Quando açucaradas, podemos enfeitar bolos. O corante extraído é muito usado em confeitaria.

Flor de abóbora: As flores podem ser consumidas fritas, empanadas em ovo e farinha, ou ainda recheada de queijo forte. Combina com sopa.

Girassol: Os botões florais são cozidos, servidos como espargos, e as flores em saladas. Gerânio: Muito utilizado em saladas.

Murta: As suas pétalas podem ser usadas em salada de fruta.

Rosas: Têm inúmeras utilizações. As pétalas conferem um sabor suave até mesmo em pratos fritos, como a tempura de pétalas de rosas, uma entrada a oriental. Rosa de Jericó: Usada em saladas e a cor de vinho para escurecer o vinho.

Viola odorata: Quando fresca acrescenta-se às saladas. Cristalizada é usada para decoração de bolos, pudins e sorvetes.

Verbena-limão: As suas flores são muito usadas para aromatizar vinhos, recheios, aves, conservas e sobremesas, além do seu uso nos licores franceses. 

Movimento Novos Rurais

Pessoas mais livres, plenas e felizes 




               ****************************************



Flores comestíveis são usadas na culinária para uma grande variedade de propósitos: para cozinhar, para servir de moldes para doces, saladas, decorações ou até para o prato principal. Descubra quais flores são seguras para o consumo humano e conheça algumas ideias para o seu uso.

pétalas de rosa




As pétalas de rosa há muito que são usadas em infusões e conservas. Agora são ingredientes de eleição para sobremesas e conferem um sabor suave e muito agradável a pratos fritos, como a tempura de pétalas de rosas, uma entrada deliciosa e rica em vitaminas.



capuchinha




capuchinha, ou flor de nastúrcio, muito decorativa, de gosto levemente picante e rica em vitamina C, combina na perfeição com saladas. Nativa do Peru, foi introduzida na Europa no final do século XVI e hoje é cultivada em todo o mundo.



calêndula




Já na Idade Média, a calêndula, originária do centro e sul da Europa e da Ásia, era cultivada nas hortas, desidratada e utilizada como corante em caldos, queijos amarelos, manteiga e bolos. As suas pétalas são utilizadas frescas em saladas, em crepes ou no arroz, em substituição do açafrão.



amor-perfeito




Nativo da Europa e Ásia Ocidental, o amor-perfeito contagiou o mundo inteiro. Além de lhe serem atribuídas propriedades diuréticas, é muito requisitado para saladas e sobremesas.



flor de borago




flor de borago, oriunda do norte de África, é secularmente conhecida por possuir efeitos benéficos sobre o corpo e a mente. Deve ser sempre utilizada fresca, uma vez que perde as suas propriedades depois de seca, e marca presença frequente em saladas ou em bolos e sobremesas.



begônia, tulipa, alfazema, gerânio




begônia, a tulipa, a alfazema e o gerânio são também contempladas nesta seleção, e as suas utilizações variam consoante a imaginação e a experiência dos cozinheiros, tendo sempre em conta as suas características – no fundo, tal como se utiliza qualquer outro ingrediente em culinária.



Agora que já sabemos tudo sobre elas, vamos aprender uma receita deliciosa com uma dessas flores, a 'amor-perfeito':

Salada light de flores


Ingredientes:

1 folha de alface mimosa roxa 
1 folha de alface americana
4 folhas de radiccio di Verona (uma variedade de chicória) 
1 unidade de manga 
6 unidades de morango 
6 pétalas de amor-perfeito
          
Vinagrete de maracujá 
100 ml de óleo de oliva 
50 ml de suco de maracujá
30 ml de água 
1 colher (café) de sal 
1 colher (café) de pimenta 

Como preparar:

Lave bem as folhas e as rasgue em pedaços. Para começar a montar, utilize o radiccio nas laterais do prato, dispondo todas as folhas, uma ao lado da outra, de modo a formar uma estrela. Corte a manga em dados. Corte os morangos em pedaços. Organize os dados de manga e morangos, espalhando-os sobre as folhas. Regue com vinagrete. Decore com as pétalas de amor-perfeito.

Vinagrete: bata os ingredientes no liquidificador.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...