quinta-feira, 2 de abril de 2015

Alimentos bons para o Fígado e Vesícula

                                       Beldroega
 
AGRIÃO — Para hepatites e males em geral do fígado, recomenda-se pilar folhas de agrião ou batê-las em liquidificador, com um pouquinho  de água, passando-as a seguir em peneira. Tomar esse suco à vontade.
Lave bem as folhas de agrião.

ALCACHOFRA - Este vegetal tem ação excelente para os males do fígado e da vesícula biliar: ferver 20 g das folhas em meio litro de água durante 15 minutos e tomar 3 chávenas ao dia.

ALCAÇUZ — Relatórios médicos evidenciaram a ação da glicirrizina, substância encontrada no alcaçuz, no tratamento da hepatite viral crónica.

AÇAFRÃO das Índias - É uma especiaria muito picante usada nos molhos indianos, contém o ingrediente ativo curcuma, e as pesquisas comprovaram que essa substância protege o fígado, aumentando a secreção de bile.
Indicações: estigmas secos: gases intestinais, gastralgias, atonia digestiva, afecções das vias urinárias, cálculos  dos rins, da bexiga e da vesícula, afecções respiratórias (asma, bronquite, coqueluche).
Chá por infusão,  2 a 10 gramas por xícara de água ao dia. Obs: Não exagere o uso, pois uma dose superior a 10 g pode produzir alterações no sistema nervoso.

ALFAFA - Para males do fígado em geral, bem como icterícias, recomenda-se tomar diariamente de 20 a 50 ml do suco de folhas frescas dessa planta.

ALMEIRÃO - As folhas dessa verdura são estimulantes do fígado e da vesícula biliar.

AZEDA-MIÚDA - Essa planta hortense constitui bom auxiliar no tratamento da icterícia e dos males do fígado: tomar uma colher (de sopa) de seu suco, de hora em hora.

BARDANA — Para tratamento das cólicas hepáticas recomenda-se o chá de bardana, feito com 150 g das folhas em meio litro de água.

 O chá da raiz , (afecções da pele em geral, vias urinárias, , hepáticas, biliares,)  1 colher de sopa fatiada em uma panela com 1 xícara de água e deixe ferver por 5 minutos. Desligue a chama e mantenha em infusão por mais 10 minutos. Coe. Tome 1 xícara desse chá duas vezes ao dia. Tomado em excesso provoca dilatação da pupila e secura da boca. Crianças nunca devem tomá-lo. Passar na pele nem pensar. É irritante.

Beldoegra – afecções do fígado, dos rins e da bexiga, cálculos biliares, escoburto. Uso interno: chá por decocção, 50g a 100g  para 1 litro de água, 3 xícaras por dia.

BERINJELA - É planta atuante nos males do fígado.

BERTALHA - As folhas dessa verdura são empregadas com sucesso nas moléstias hepáticas.
 
BETERRABA - É estimulante das funções hepáticas.

BOLDO - É planta de grande utilidade nos males do fígado e da vesícula biliar, dispepsias, flatulência, afecções gástricas, cálculos biliares, debilidade orgânica.  Pode produzir irritações da mucosa do

CAAPEBA-DO-NORTE - As raízes dessa árvore, cozidas, são empregadas nas afecções hepáticas.

CAMAPU — O cozimento feito com o caule, folhas, raízes e frutos do camapu é indicado nas moléstias do fígado.

CAQUI— É fruta indicada no tratamento das moléstias do fígado.

CARDO-SANTO ou cardo mariano — Fazer infusão com as folhas e flores: ferver 10 g em meio litro de água repousando durante 8 minutos. Tomar 3 xicrinhas ao dia. Indicado em icterícias.
 
Cardo-leitoso ou cardo mariano - Usado pela medicina popular europeia para doenças do fígado, o cardo-leitoso e seus extratos ainda são usados para tratar hepatite e cirrose.

CARURU - É planta muito louvada como eficaz no tratamento das doenças do fígado.

CEBOLA — O uso constante de cebola, preferentemente crua, combate problemas hepáticos.

CENOURA — É planta útil no tratamento dos males do fígado.

CENTEIO — É cereal indicado no combate aos males hepáticos.

CEVADA — O cozimento deste cereal produz uma mucilagem que auxilia o tratamento das doenças do fígado: fazer papinhas ou sopas bem cozidas.

CHICÓRIA - É planta útil no combate a afecções do fígado e da vesícula biliar: ferver 30 g das raízes em meio litro de água durante 6 minutos e tomar 3 chávenas ao dia. A chicória, que não contém cafeína, substitui o café e é uma bebida popular em Nova Orleães. Embora mais usada como diurético e laxativo, ela também fortalece o fígado e alivia as dores causadas pela gota e pelo reumatismo.
Além disso, sabe-se que a chicória dissolve cálculos biliares e elimina o excesso de catarro.
Contra icterícia proveniente do fígado, ferver 30 g das raízes de chicória junto com 60 g de raízes de salsa e mais algumas folhas de salsa. Ferver durante 2 minutos em 1 litro de água, deixar amornar antes de filtrar e tomar 3 xícaras ao dia.

CHUCRUTE - O suco do chucrute, ingerido às colheradas, várias vezes ao dia, é benéfico em moléstias do fígado, inclusive hepatite.

COGUMELO - O cogumelo japonês rei-shi (também conhecido como leici ou ganoderma) tem sido usado com sucesso nas hepatites por vírus.

COUVE – Vitaminizante, mineralizante, anti-anêmica, Nutriente, antiinflamatória, cicatrizante. Folhas afecções hepáticas, cálculos biliares, hemorróidas, colite ulcerosa,. Uso interno: refogados como alimento. A couve orgânica é mais indicada para o uso medicinal, ou excesso de uso de agrotóxico pode fazer mal a saúde.

DAMASCO — Esta fruta é considerada útil no tratamento da cirrose hepática.

DENTE-DE-LEÃO – depurativa, alcalinizante, diurética, hepática, colagoga, anti-hemorrágica. É considerada planta protetora hepática: consomem-se as folhas cruas, em saladas, e as raízes em decocção: ferver 20 g delas em meio litro de água durante 8 minutos e tomar 3 chávenas ao dia.
Os herboristas de todo o mundo usam as folhas do dente-de-leão como purificador do sangue, laxativo suave e auxiliar da digestão e para tratar das disfunções do fígado, da vesícula e do baço. O suco extraído da raiz do Dente-de- Leão é usado para fazer suco e vinho.
As raízes podem ser limpas, secas, torradas, moídas e substituem o café ou são usadas como um ingrediente do chocolate quente. As folhas de dente-de-leão podem ser preparadas como chá, adicionadas às saladas, cozidas ou fervidas no vapor. Elas são ricas em cálcio, fósforo, ferro, potássio e vitaminas A, B e C. O dente-de-leão pode tratar obesidade, gota, hipertensão, arteriosclerose e pedras nos rins. As folhas também são usadas para lavar o rosto e em banhos de ervas.

ERVA-DE-SÃO-PEDRO - É estimulante das funções hepáticas.

FRAMBOESA — É fruta útil nas afecções do fígado e da vesícula biliar.

GROSELHA - É descongestionante do fígado.

JILÓ — É alimento estimulante do metabolismo hepático.
Na hepatite aguda ou crônica, bem como na cirrose hepática, é empregada a monodieta de jiló.

JENIPAPO — É fruta útil contra os males do fígado.

JURUBEBA - O chá preparado com as raízes, as folhas e os frutos dessa planta é louvadíssimo no tratamento das moléstias do estômago e do fígado.
Contra-indicações: Diarréias, duodenite erosiva, elevação das enzimas hepáticas, gastrite, náuseas, sintomas neurológicos, vômitos.

LECHIA — É fruta útil nos males do fígado.
 
LIMÃO - litíase biliar e renal, nefrite, gastroenterite, afecções hepáticas, cistite.

LOSNA – afecções gástricas e hepáticas, meteorismo, inapetência, cólicas abdominais, diarreia.  Folhas uso interno: chá por infusão, 20g de losna para 1 litro de água, tomando-se uma colher das de sopa de hora em hora inicialmente, e espancando mais aos primeiros sinais de melhora.

LOURO - Também é conhecido o fato de que as folhas de louro, tão  usadas na culinária, estimulam o baço e o fígado, enquanto o seu óleo pode ser usado para curar feridas.

MAÇÃ — Nas hepatites recomenda-se lavar bem uma maçã, cortá-la (com a casca) e ferver por 10 minutos em meio litro de água. Adicionar uma colher de mel e tomar pela manhã em jejum.

MAMÃO — Em casos de hepatite aguda é muito recomendável uma alimentação rica nessa fruta.

MEL - É alimento muito recomendado nos males do fígado, principalmente hepatites. De preferência mel produzido a partir de flores de alecrim ou de cipó-uva.

MELANCIA— É considerada fruta benéfica para o fígado.

MELÃO - É dotado de propriedades estimulantes hepáticas.

MELÃO-DE-SÃO-CAETANO - É alimento reputado como útil nas afecções hepáticas.

MORANGO — As frutas cozidas do morangueiro estimulam o funcionamento do fígado.
Nas hepatites recomenda-se tomar infusão preparada com 25 g das folhas em meio litro de água, repousando 12 minutos. Pode-se tomar também decocção feita com as raízes do morangueiro: 25 g em meio litro de água, fervendo 5 minutos. Em ambos os casos tomar 3 chávenas ao dia.
Propriedades terapêuticas diurética, adstringente, antilítica, Neurotómica,
Folhas – Indicações: uso interno – chá por decocção, 20g de folhas frescas para ½ litro de água, que deve ser reduzida à metade pela fervura. Tomar 1 colher das de sopa desse líquido duas vezes ao dia.
Frutos - litíases vesicais e biliares, afecções renais, bronquite, hepatite, gota, artritismo, dispepsia, anemia.

PICÃO – Desobstruente do fígado, antidiabética, antidisentérica, Sialagoga. Chá por infusão, dosagem normal. Suco de folhas secas.

PACIÊNCIA — A raiz desta planta é empregada no tratamento das moléstias do fígado.

PARIPAROBA - O chá desta planta, preparado por decocção, é utilizado nos males do fígado.

PEPINO — É alimento tônico hepático.

RUIBARBO - Esta planta age descongestionando o fígado.

SABUGUEIRO — Nas icterícias de causa hepática é recomendada a infusão de cascas de sabugueiro: 30 g em meio litro de água, repousando 10 minutos. Tomar 3 chávenas ao dia.

SALSA - A salsa, muito usada na culinária, é um diurético excelente e valiosa no tratamento dos problemas da vesícula. Encontrado em folhas, raízes e sementes, esse condimento em geral é adicionado às saladas, aos molhos e aos cozidos.

SEGURELHA — Em casos de icterícia fazer infusão da planta inteira, sem a raiz: 30 g em meio litro de água, repousando 18 minutos. Tomar duas xicrinhas ao dia.

TAIOBA — É considerada muito eficaz contra males do fígado.
 
TAMARINDO - As flores do tamarindo, em infusão, são indicadas nas moléstias hepáticas.
Trapoeraba – o chá preparado com as folhas dessa planta é considerado eficaz no combate às moléstias do fígado.

Uva – As uvas, bem como as folhas da parreira, são estimulantes das funções hepáticas constituindo mesmo a base de preparados farmacêuticos para o fígado.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...