segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Perfumes Místicos


 

Os perfumes são conhecidos desde a Antiguidade como propulsores de reações especificas no corpo e na psique humana, por isso sempre tiveram seu lugar de importância nos rituais alquímicos de todos os tempos. Usa-se perfume em rituais mágicos para acionar, fortalecer e harmonizar energias de diversas espécies. O perfume, enquanto essência do próprio ritual, proporciona um atalho até os centros de energia que regem a emoção, a inteligibilidade e a memória.

Além deste uso alquímico, os perfumes tem um valor terapêutico bastante difundido atualmente pela Aromoterapia. Além de ser um recurso natural como o da Fitoterapia, arte vinculada a Aromoterapia, os perfumes também possibilitam o equilíbrio dos estados de ânimo e a amplificação da consciência mais sutil.

 

Fórmula Básica de Perfumes Místicos

Esta é a fórmula básica para a produção de perfumes místicos...
Para fabricar um litro de perfume artesanal:

800 gramas de álcool de cereais

20 gramas de polipropileno glicol

30 gramas de fixador de âmbar

50 gramas de essência de boa qualidade (esta quantidade pode ser o resultado harmônico entre uma ou mais essências)

100 gramas de água mineral sem gás

Modo de fazer:

- Coloque no vidro escuro álcool de cereais, o polipropileno glicol e o fixador de âmbar e deixe repousar por duas horas;

- Num copo medidor, junte as essências escolhidas e misture-as rapidamente com um bastão de vidro;

- Coloque a mistura das essências no vidro escuro, onde repousa o álcool já fixado;

- Agite bem o álcool fixado ao qual se acrescentou as essências.

Deixe descansar por pelo menos uma semana, em local escuro, onde não haja qualquer incidência de luz solar (pode ser o seu armário de roupas);

- Ao final deste período, acrescente a água mineral, agite e deixe repousar mais um dia antes de usar.

- Você pode escolher embalagens diversas para o seu perfume. No comércio especializado, há vidros de formatos muito bonitos, que decorados, valorizam o perfume artesanal.
 

PALAVRA DE CAUTELA

Existem alguns detalhes que o Mago Moderno deve sempre observar quando da feitura de algum produto que será utilizado em rituais mágicos ou com finalidades místicas. Um deles é a fase da Lua. Não é possível produzir perfumes que visem ampliar a energia que é acionada através da essência, se a Lua estiver em sua fase Minguante. Para os fins de fartura e crescimento, seja lá do que for, é melhor fazer o perfume na Lua Crescente ou Cheia.
Porém, se a sua intenção é fazer com que surja algo novo em sua vida, a Lua deve estar Nova. Se o objetivo do Mago é fazer minguar um estado depressivo ou ainda fazer com que diminua em nós este ou aquele hábito, a Lua deve estar Minguante.
Se você é mulher, evite produzir perfumes mágicos em seus períodos menstruais. Esta é uma fase em que a mulher está se renovando para a vida. Os ciganos costumam respeitar tanto o repouso feminino que evitam até que suas mulheres cozinhem neste período, considerado sagrado para eles. Você que deseja ter um bom produto, deve utilizar utensílios de madeira, plástico, louça ou vidro. Evite os metais. As reações deles com os óleos essenciais são terríveis. Você vai precisar de dois funis, um de vidro e o outro de plástico; um frasco de cerca de dois litros de cor escura, para armazenar o perfume; um ou dois copos medidores de 100 ml aproximadamente e dois bastões de vidro.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...