domingo, 28 de julho de 2013

A Água do Mar

 
 
 
Com a chegada do Verão, chegam também os dias de praia e os banhos de mar, uma prática que não só resulta num refrescante entretimento, como também produz benefícios físicos e terapêuticos na nossa saúde.
 
E um bom mergulho no mar pode inclusive constituir um completo tratamento de beleza.
 
Na antiga Grécia tomavam-se banhos de água marinha pelas suas propriedades curativas para as afeções cutâneas, além de ser um bom relaxante muscular.
 
Atualmente existem tratamentos como a talassoterapia, que se baseia no uso de diferentes elementos marinhos (água do mar, algas, barro, etc.) como agentes terapêuticos.
 
Até mesmo a brisa do mar, atua como uma espécie de spray natural muito rico em iodo, perfeito para regular a glândula tiroide.
 
O seu alto conteúdo em iões negativos também reforçam os mecanismos de defesa do nosso corpo quando a respiramos.
 
Parece também que esta brisa previne enfermidades respiratórias, já que segundo alguns estudos, as pessoas que vivem junto ao mar têm menos possibilidade de padecer de bronquites e outras enfermidades similares.
 
O efeito de se meterem dentro da água do mar, tem um efeito físico sobre o corpo humano, pois esta ação mecânica da ondulação e das correntes, obriga o banhista a levar a cabo um esforço permanente para se manter em equilíbrio, o que fortalece músculos e articulações, resultando especialmente nas pessoas que sofram de artrite.
 
A temperatura da água do mar provoca uma resistência no organismo que atua sobre o sistema vascular, traduzindo-se numa vaso contração cutânea e uma vaso dilatação central, acompanhadas de um incremento do ritmo respiratório e cardíaco, algo muito eficaz para aliviar os problemas de circulação, combatendo ao mesmo tempo a celulite e prevenindo as varizes. 
 
No mar produz-se um fenómeno que se conhece como quimiossíntese, similar à fotossíntese das plantas, mas que, além disso, converte os minerais inorgânicos em nutrientes orgânicos mediante as bactérias marinhas. 
 
Estas substâncias orgânicas que incidem de forma saudável sobre os tecidos, como antioxidantes e vitaminas, podem passar para o organismo através da pele, embora em quantidades muito pequenas. 
 
Mas combinar os banhos marinhos com banhos de sol ajuda a potenciar o efeito de algumas dessas vitaminas, como a vitamina D.
 
O alto conteúdo em magnésio da água do mar, também produz um relaxamento que pode ser muito benéfico para reduzir o stress e tratar pessoas que sofram de problemas de ansiedade. 
 
Além disso, os banhos marinhos ajudam a corrigir as deformações da coluna, produzem um efeito depurativo e adelgaçante e pode mesmo chegar a corrigir deficiências nutricionais. 
 
Na água do mar encontram-se 89 elementos essenciais presentes no nosso corpo, além de outras vitaminas e micro-organismos que libertam substâncias antibacterianas, dotando o líquido elemento das propriedades antibióticas mencionadas no princípio deste texto, que funcionam muito bem em processos de cicatrização e são ideais para solucionar afeções da pele como a psoríase.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...