segunda-feira, 3 de junho de 2013

Aipo

Se alguma vez já mastigou uma salada ou comeu uma sopa, é muito provável que já tenha provado o suave sabor do aipo. A planta original, o aipo selvagem que cresce no sul da Europa, transmitia um sabor amargo e desagradável até que alguns agricultores italianos no século dezassete desenvolveram o que hoje conhecemos como aipo, e uma variedade chamada aipo vermelho, a qual possui uma raiz comestível. Os talos do aipo apresentam boas propriedades medicinais, mas as sementes são ainda melhores.

Usos Terapêuticos do aipo

- tensão arterial elevada, retenção de líquidos.
- ansiedade, artrite, cistite, gota, doenças no coraçã0, colesterol elevado, insónias, stress, infeções no trato urinário.
 
Usos tradicionais: depressão, diabetes, epilepsia, cálculos biliares, gases, indigestão, falta de apetite, problemas no fígado, pedra nos rins, irregularidades menstruais.

Propriedades Medicinais e benefícios do aipo

Este modesto vegetal é uma verdadeira fábrica de energia fitoquímica. A apigenina, nas sementes do aipo, relaxa os vasos sanguíneos, facultando o seu alargamento e consequentemente um fluxo de sangue mais livre. Este é apenas um entre os mais de uma dúzia de químicos presentes nas sementes do aipo que ajudam o sistema cardiovascular.
Alguns são diuréticos naturais que encorajam gentilmente o seu corpo a expelir o excesso de líquidos, o qual contribui para uma pressão sanguínea elevada e para uma insuficiência cardíaca congestiva (assim bem como para a retenção de líquidos mensal associada à pré-menstruação).
Outros químicos atuam como bloqueadores naturais dos canais de cálcio e estabilizadores do ritmo cardíaco, tornando-os valiosos contra um bater cardíaco irregular ou dores de peito resultante da angina. Ainda, outros fitoquímicos, incluindo um composto chamado de 3-n-butil-ftalida, ajudam a reduzir o colesterol e contribuem para um bom equilíbrio do açúcar no sangue.
 
Extratos das sementes de aipo proporcionam cerca de 25 substâncias anti-inflamatórias, as quais podem ajudar as pessoas com artrite. Compostos adicionais abrandam os espasmos e combatem uma variedade de bactérias (em particular no trato urinário). As ftalidas presentes no óleo das sementes de aipo, têm um ligeiro efeito sedativo. E o sumo das sementes de aipo encoraja a produção de bílis, a qual melhora a digestão.

Equivalentes Sintéticos

A resposta convencional da medicina para a prevenção da gota é o alopurinol, um medicamento conhecido por causar reações dermatológicas, diarreia, tonturas e náuseas. Os médicos convencionais gostam de prescrever diuréticos para a tensão arterial elevada e retenção de líquidos, mas estes têm muitos efeitos secundários possíveis: podem esgotar os minerais vestigiais e outros nutrientes essenciais no corpo, elevar os níveis de açúcar e lípidos no sangue, elevar os níveis do ácido úrico, o causador da gota, e perturbar o ritmo natural do coração. Na Grã-Bretanha, as sementes de aipo
são um ingrediente presente em mais de 50 produtos anti-inflamatórios.

Opções de Dosagem

 
Duas cápsulas de 500 mg de extrato padronizado uma ou duas vezes ao dia antes das refeições, 1 a 2 colheres de chá de sementes inteiras (ou 1/2 de uma colher de chá de sementes esmigalhadas) numa chávena de água quente diariamente, ou 1/2 a 1 colher de chá de tintura de sementes de aipo até três vezes ao dia. Pode também trincar quantos talos de aipo lhe apetecer.

Precauções e contra indicações

A grande maioria das pessoas não sofrerá quaisquer efeitos secundários. Apenas algumas pessoas hipersensíveis podem experimentar uma reação alérgica instantânea. Outras podem tornar-se mais sensíveis à luz do sol. Os investigadores documentaram um caso em que uma mulher sofreu de uma reação fito tóxica grave após ter consumido aipo vermelho e em seguida se ter sentado a apanhar sol.
Os óleos presentes na planta podem também exacerbar inflamações nos rins, mas estes casos são raros. Experiências conduzidas em laboratório sugerem que o óleo do aipo pode provocar contrações uterinas. As mulheres grávidas devem evitar. Por último, verificaram-se casos de pessoas que sofreram uma alergia chamada síndrome bétula-aipo. Se for sensível ao pólen da bétula ou da artemísia, pode também ter uma reação imediata ao aipo.
 
Dicas verdes:
 
Benefícios para a Saúde 
 
O Aipo é rico em Vitamina C
 
O aipo é uma excelente fonte de vitamina C, uma vitamina que ajuda a suportar o sistema imunitário. Os alimentos ricos em Vitamina C como aipo podem ajudar a reduzir sintomas de resfriado ou a gravidade dos sintomas de resfriado. A vitamina C também previne os danos dos radicais livres e por isso é também associado com a redução da gravidade de condições inflamatórias, como a asma, osteoartrite e artrite reumatoide.
Como os radicais livres oxidam o colesterol e podem levar à rutura de placas que podem causar ataques cardíacos ou acidentes vasculares cerebrais, a vitamina C é benéfica para a promoção da saúde cardiovascular.
Devido ao grande número de benefícios da vitamina C para a saúde, não é surpreendente que a pesquisa mostrou que o consumo de vegetais e frutas de elevado grau desse nutriente está associada a uma redução do risco de morte por todas as causas, incluindo doenças cardíacas, derrames e cancro.
 
O Aipo e a Tensão Arterial
 
O Aipo é uma excelente fonte de minerais como potássio, sódio, cálcio, manganês e magnésio. Potássio é um importante componente das células e fluidos do corpo que ajuda a controlar a taxa cardíaca e pressão arterial.
Aipo contém compostos ativos chamado ftalidas, o que pode ajudar a relaxar os músculos ao redor das artérias. Com mais espaço dentro das artérias, o sangue pode fluir com uma menor pressão. Os ftalidas também reduzem as hormonas de stress, um de cujos efeitos é fazer com que os vasos sanguíneos se contraiam. 
 
O Aipo Ajuda a Baixar o Colesterol
 
Denotou-se que em oito semanas, soluções aquosas de aipo (como sumo de aipo), dadas a animais reduziram significativamente os seus níveis de colesterol totais, aumentando a secreção de ácidos biliares.
 
O Aipo é fonte de vitamina A
 
A Vitamina A e o betacaroteno são antioxidantes flavonoides naturais. A Vitamina A é também necessária para a manutenção saudável das membranas mucosas e da pele e é também essencial para a visão.
 
O Aipo tem ação diurética
 
As suas sementes, caule e raiz têm propriedades diuréticas (remove o excesso de água do corpo através da urina) e propriedades estimulantes e tônicas.
As sementes de ancestrais selvagens do aipo, que se originou em torno do Mediterrâneo, foram amplamente utilizadas como um diurético. O aipo, que é rico em potássio e sódio, os minerais mais importantes para a regulação do equilíbrio hídrico, estimula a produção de urina, contribuindo assim para livrar o corpo do excesso de fluido.
 
O Aipo protege contra radicais livres
 
O Aipo contém compostos chamados cumarinas que ajudam a prevenir que os radicais livres danifiquem as células, diminuindo assim as mutações que aumentam o potencial de se tornarem células cancerosas. 
As Cumarinas também aumentam a atividade de determinadas células brancas do sangue, as defesas imunológicas que eliminam as células-alvo e potencialmente prejudiciais, incluindo as células cancerígenas. Além disso, os compostos de aipo chamados acetilénicos demonstraram ajudar a impedir o crescimento de células tumorais.
Igualmente, suas folhas são ricas fontes de antioxidantes tais como flavonoides zeaxantina, luteína e betacaroteno, que tem funções antioxidante de proteção do câncer.
 
Fontes:
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...